10 brinquedos que foram proibidos no mundo inteiro

Já imaginou crianças com produtos radioativos, um boneco com punhal embutido ou uma pistola que contém um artefato químico que explode nas mão? Tudo isso parece muito insano, não é? Mas e seu eu te dissesse que tudo isso eram brinquedos e que eram comercializados?

Pois é, brincar não era algo tão simples de se fazer um tempo atrás. Apesar das crianças se divertirem com quase tudo, algumas pessoas levaram isso ao pé da letra.
Brinquedos são criados por adultos e feitos para crianças. Então, é possível que algumas vezes os criadores não tenham noção do que estão produzindo, ou será que eles sabiam exatamente o que estavam fazendo. Da uma olhada na nossa lista e tire suas próprias conclusões!

10 – Boneco do fofão

Além de causar muito medo pela aparência, o boneco Fofão não foi banido do mercado somente por isso. Dentro do brinquedo continha um punhal. Isso mesmo!
Como a cabeça do boneco era feita de um plástico mais pesado que o restante do corpo, os fabricantes usaram um punhal para dar firmeza a cabeça.
Isso foi descoberto por acaso por uma criança que desmontou o brinquedo. A empresa tirou o fofão de circulação, colocando outro modelo, mas desta vez sem o punhal.

 

 

9 – Barbie grávida

Por influenciar a gravidez precoce, essa Barbie foi proibida de ser comercializada em todos os lugares por onde passou. Porém, há rumores que nos Estados Unidos ela foi proibida por reacionários por um outro motivo: ela não estava usando aliança na mão esquerda, o que indicava que a boneca era uma mãe solteira, algo mau visto pela sociedade na época.
Mas a Barbie não foi o unica boneca a ser proibida por aparecer grávida, algumas empresas também lançaram outras, algumas até com bebês “grávidos”. O que é um absurdo e não durou muito, até que alguém denunciasse e as tirasse de circulação.

8 – Kit CSI

Das telinhas, para as mãos das crianças. O brinquedo que reproduz as investigações da famosa série de TV, CSI, aparentemente não contém nada de errado, pois é um jogo de investigação, fiel a série. Com luvas de látex, pincéis e até lupas era realmente divertido, se não fosse o pó de colher impressões digitais. O pó era feito de amianto.

Mais do que comprovado, o amianto é uma substância altamente cancerígena quando manuseada e principalmente quando inalada. O Brinquedo não chegou ao Brasil e não se tem noticias das pessoas que ficaram expostas ao produtos.

7 – Laboratório de Energia Atômica

Esse que por muitos é dito como o brinquedo mais perigoso do mundo, foi produzido por Gilbert, que parece tudo, menos brinquedo. É na verdade um pequeno laboratório atômico para crianças. À primeira vista não parece nocivo, contudo o criador do brinquedo não pensou muito nas consequências quando colocou urânio radioativo de verdade à disposição das crianças.
Urânio que é usado na criação de bombas atômicas é altamente radioativo, principalmente se inalado. O brinquedo também continha rádio, outro elemento radioativo.

6 – Pistola magica

A “Pistola Mágica de Austin”, lançada nos anos 50, contava com produtos químicos (Carbonato de cálcio) que, se combinado com água ou saliva, ocasionava uma explosão, lançando uma bolinha que era colocada no seu cano.
Porém, a empresa criadora do brinquedo não especificava a quantidade exata de água e carbonato de cálcio, então, as crianças colocassem doses exageradas do produto, fazendo com que tudo fosse pelos ares. Houveram casos de crianças que se machucaram, pois o tiro saía pela culatra, atingindo seus rostos.

5 – Oozinator

Uma pistola d’água, certo? Não!
Oozinator era bem mais do que isso, ainda mais para pessoas mais adultas, com um pouco mais de malicia. A pistola jogava uma gosma branca no coleguinha, tornando o que era para ser bem divertido muito embaraçoso.
Mas o pior está por vir, para que o oozinator funcionasse, era necessário bombear a arminha, fazendo movimentos que deixavam tudo ainda mais estranho. O brinquedo não durou muito e foi tirado de circulação, assim como seu constrangedor comercial.

4 – Laboratório de vidro

Lembra do Gilbert, criador do laboratório atômico? Pois bem, essa é mais uma de suas criações malucas para crianças. Parece que ele não estava satisfeito.
Cinquenta anos atrás, fora criada uma maleta com todos os elementos necessários para fabricar vidro. O brinquedo vinha com tubos de ensaio, que deveriam ser soprados por crianças, para fazer vidro fundido. Apesar de ser uma brincadeira, aparentemente legal nos anos 50, era também muito perigoso. Porque para chegar ao ponto de moldar vido com o sopro em um tubo, o material deve estar superaquecido, correndo o risco da criança perder os dedos se encostar ou problemas irreversíveis se sugar o vapor quente. As possibilidades de tragédias são inúmeras.

3 – Cigarros de chocolate

Esse não é necessariamente um brinquedo, mas o publico alvo eram as crianças. Os cigarros de chocolate foram febre durante um tempo, mas não precisa dizer mais nada, não é? Era óbvio que os cigarros doces não era boa influência para a criançada, apesar de o menino da famosa propagando dizer que nunca fumou.

Entretanto, após pressões mais tarde a fabricante do cigarro “Pan”, foi obrigada a alterar o nome para “Rolinhos de chocolate”.

2 – Locomotiva de verdade

Um trenzinho um pouco diferente do que estamos acostumados a ver hoje em dia. Essa locomotiva que foi criada em 1943 pela empresa Stevens, com o objetivo de se parecer ao máximo com a real. Pode se dizer que chegaram perto, pois a locomotiva era feita inteira de ferro e não funcionava com pilhas, era movida a álcool ou querosene. Por onde passava o brinquedo deixava o rastro do combustível.

1 – Fronha do Super homem

Um dos nossos super-heróis preferidos ganhou uma fronha para estar mais perto dos fãs. Contudo a empresa criadora não deu uma caprichada no visual. Nosso Clart Kent ficou um tanto quanto… obsceno.
Pode se dizer que ele ficou com a aparência de uma boneca inflável, e ainda por cima com uma criança o abraçando na foto da caixa.
Logo que percebeu o absurdo, a empresa retirou todas as fronhas do mercado, as refez com uma nova boca e, aproveitando o sucesso, vendeu muito mais.

E aí, o que achou desse arsenal, quer dizer brinquedos?