12 raças de cães criadas pelo homem

As raças criadas pela mão do homem são lindas demais. Mas entre um experimento e outro, as pobres cobaias simplesmente saem “incompletos”, com foco apenas na aparência. Muitos dos cachorros que vamos mostrar aqui nesse artigo sofrem com a “evolução” que o homem fez em suas vidas.

Hoje existem campanhas de doação no mundo todo, para que a pesquisa desenfreada com o uso de cobaias acabe. Achamos válido, uma vez que animais são usados sem a minima responsabilidade. Vejamos o caso do próprio Pug, um animal lindo e muito fofo. Mas antes de se transformar o cachorro no que é hoje, ele não possuía tantos problemas de saúde.

Enfim, evoluir é preciso, mas com cautela e sem comprometer ninguém, e isso inclui animais. Vejamos quais são as raças de cães criadas pelo homem.

12 – Basset

O Basset natural nunca foi provido de muita altura, aí depois de alguns “avanços” nas pesquisas envolvendo a raça do cachorro que a coisa não melhorou mesmo. Aliás, para os donos de Basset o cão pode ter ficado mais atraente devido a sua estatura menor e com passinhos engraçadinhos, mas para o animal isso é bem dificil de lidar.

Sem falar que o homem alterou demais nos seus ossos, fazendo com que o cãozinho sofra demais com problemas nas vértebras. Isso sem falar nas peles que agora sobram e caem sobre os olhos, dificultando a visão.

11 – Boxer

Uma das raças mais hiperativas do mundo é o boxer, quem tem um sabe do que estou falando. O cachorro não para um minuto sequer e é pura alegria. Corre para lá e corre pra cá, o animal não para por nada no mundo, a não ser por um bom cafuné.

Mas bem, o boxer original não tinha o pescoção que esse de hoje tem, nem o focinho tão curto e arrebitado. Boxers de hoje em dia possuem sérios problemas com a respiração e temperatura corporal, podendo facilmente ter câncer.

10 – Dachshund

O “linguicinha” ou “salsicha” é muito fofo, mas o nome verdadeiro é bem mais dificil de pronunciar, não é? O salsicha raiz possuía pernas maiores, que se adaptavam mais facilmente ao corpo, fazendo com que o animal tivesse uma locomoção mais fácil.

O cão dos dias atuais, modificado, é mais comprido, pernas mais curtas e orelha maior. O peito do animal é mais estufado, fazendo com que ele sofra de sérios problemas nos ossos, especialmente nas vértebras.

9 – Pug

Um dos mais belos cães criados pelo homem, contudo, também é um dos mais frágeis e propensos às doenças, principalmente respiratórias. Para quem achava que o Pug era uma raça 100% criada em laboratório, se enganou. O Pug original, cá entre nós, é muito mais charmoso que o “artificial”. Não desmerecendo os atuais, que são lindos demais, gente.

Possuíam pernas maiores, rabinho mais longo, pescoço mais longo e um focinho menos amassado. Sem falar que não tinham tantos problemas de saúde quantos os de hoje; coração, sistema respiratório e problemas em manter a temperatura corporal são só alguns. Sem falar no preço.

8 – Airedale terrier

Essa é uma das raças que mais sofreu transformações nos últimos anos. Tempos atrás as pessoas usavam o Airedale para caças, devido sua grande estatura e disposição para a caça. Com o passar do tempo, cientistas adaptaram o cachorro para a casa, tirando-o do campo e da ação da caça.

Se este ainda fosse o único problema… pior ainda é saber que com as transformações genéticas o cachorro sofre muito com problemas na pele. Também sofre demais com problemas no estômago e articulação do quadril, fazendo o cãozinho ficar imóvel.

7 – Pastor-de-shetland

Mais um dos nossos amigos aqui que sofreu com a evolução. O homem aumentou seu tamanho, seus pelos e mudou sua cor. Mas não pensou muito nas outras coisas como a visão do cachorro. Hoje, esse animal sofre muito com problemas na vista quando mais velho e também nas patas.

Sua retina atrofia, fazendo ele ficar cego com o tempo e a idade faz com que ele sofra fraturas nas patas.

6 – Yorkie Poo

Uma mistura de Yorkshire Terrier com Poodle, é nisso que dá, uma das coisas mais lindas e gostosas do mundo. Poodles são elegantes e os Yorkshires são fofos, juntando os dois podemos dizer que formam essa adorável criatura. Uma das raças mais bonitas. Não são agressivos, bastante dóceis. Em contrapartida são teimosos e curiosos.

5 – Pitsky

Essa é uma das raças mais curiosas desse artigo, basta olhar para a cara desse cachorro e ver que falo a verdade. Olhem só, a mistura é nítida e falar que ele é a mistura de Pitbull com Husky é só para constatar o óbvio.

O formato do rosto e dentes de um Pitbull, olhos, focinho e orelhas de um Husky… demais essa mistura. Como existem poucos, ainda não sabe se o cão é frágil ou propenso a algumas doenças.

4 – Chusky

O Husky é uma das raças mais bonitas que existe, por isso criadores e cientistas fazem inúmeros testes envolvendo seu gênese. Além do Pitsky, existe esse monstro aqui, gigante e lindo demais também; o Chusky, uma mistura das raças Chow Chow com o Husky.

Eles crescem muito, mas muito mesmo, mas apesar da aparência de urso e parecer selvagem, esses cães são muito dóceis. E são os ideais para ficarem perto de crianças, são obedientes e muito educados.

3 – Chug

Pug cruzado com Chihuahua, isso só poderia resultar em algo muito fofinho. Contudo, assim como vimos acima, os Chugs possuem diversos problemas de saúde e, como não bastasse os do Pug, ainda juntam o do Chihuahua. Por isso, se pretende comprar um desses animais, estude bem e peça os exames, nem que você mesmo o faça.

2 – Corman Shepherd

O Pastor Corman, em português, é um cruzamento das raças Corgi e Pastor Alemão. Ficou bonito nossa cachorrinho, porém, suas patas curtas demais podem trazer sérios problemas à sua saúde.

O Corman Shepherd é conhecido pela sua lealdade ao dono e à família deste, sendo bastante feroz contra invasores. O cãozinho aqui também é um excelente farejador sendo um dos mais inteligentes. Afinal, o colega tem Pastor Alemão no sangue, né?!

1 – Husky Retriever

Eu já falei que os cientistas amam a raça Husky? Já né? Pois bem, mas olha esse nosso amiguinho aqui, que coisa mais linda. O Husky Retriveier é uma mistura de duas raças, sendo elas o Husky e o Golden Retrievier, lindo demais. Quem discordar é “gatista“.

Esses doguinhos são conhecidos por serem extremamente carinhosos, bondosos, obedientes, gentis, amorosos, lindos, parceiros, lavam a louça, pagam contas… enfim, tudo de bom.