Engolir chiclete faz ele grudar no estomago – Mito ou verdade?

“Se engolir chiclete ele fica 7 anos no seu organismo ou pior ainda, pode grudar nas tripas”. Quem nunca ouviu isso na vida não sabe o que é medo. Papai e mamãe sempre falavam essas coisas, nos alertando para os riscos de engolir um chicletinho. Poxa, como foi dura a infância, mascando e mascando aquele doce e não poder engoli-lo.

Mas será mesmo que essas “ameaças” eram reais? Os chicletes, se engolidos, podem ser nocivos à nossa saúde? Bom, já vou logo dizendo que nossos pais não estavam tão errados assim, mas ficar 7 anos no organismo foi um pouco de exagero. Se liga e aprenda nunca mais ser enganado quando o assunto for ‘engolir chiclete’.

O chiclete

Antes de irmos direto ao ponto, é importante que você saiba do que o as gomas de mascar são feitas e porque causam tanto espanto na hora de engolir. Ora, não é para menos, você pode mascar o dia inteiro, meses e anos, que o chiclete não vai dissolver como os outros alimentos.

O chiclete é composto de uma base de goma, açúcar, aromatizantes, conservantes e emolientes. O açúcar e aromatizantes são facilmente digeridos no nosso sistema digestivo, sendo eliminados rapidamente. O mesmo ocorre com o emoliente, glicerina e outros usados na receita. O que sobre mesmo para nosso ácido do estômago é a base de goma.

Os primeiros chicletes eram feitos de chicle, a seiva do sapotizeiro, uma árvore. Contudo o produto logo ganhou o mercado, indo parar nos Estados Unidos onde se popularizou bastante. Com a Segunda Guerra Mundial, os americanos apresentaram o produto ao mundo e logo os sapotizeiros não eram mais suficientes para manter o mercado.

Com isso, entrou na jogada o grande vilão de tudo: o butil. Essa substância é uma borracha sintética, usada na produção de pneus, câmaras de ar e bolas de basquete. Depende muito do fabricante, mas a maioria dos chicletes atuais é feito à base de butil. Isso tudo é autorizado pela Food and Drug Administration (FDA), órgão que regulamenta a comercialização e produção de alimentos e medicamentos nos Estados Unidos.

Faz mal à saúde?

Mesmo sabendo que a base de goma (butil) não possa ser digerida pelo sistema digestivo, a verdade é que tudo que nos contaram sobre engolir chiclete não passa “conversa furada”. Provavelmente nossos pais nos assustavam para não consumirmos muita goma de mascar, pois ela pode ser gostosa, mas não trás nenhum benefício à saúde.

O que acontece com o chiclete depois de engolido é o que acontece com qualquer outro alimento no nosso organismo: a digestão normal. Com certa dificuldade, claro. Mas isso não é problema, pois por ser pequeno e macio, nossos intestinos expelem facilmente.

Passo 1 – Na boca

  • Como o chiclete é feito à base do butil, ele não será consumido até sumir na boca. Na mastigação o chiclete diminuíra de tamanho, facilitando para o sistema digestivo. A saliva que produzimos irá absorver todos os nutrientes da goma de mascar;

Passo 2 – Foi para o estômago

  • Depois de engolir, o suco gástrico e as enzimas tentaram dissolvê-lo. Contudo, nesse caso, tudo que nosso estômago pode fazer é aceitar que ele não é páreo para o chiclete. Sendo assim, a goma passa ilesa e desce até o intestino;

Passo 3 – Fim da linha

  • No intestino nosso organismo tenta pela última vez retirar do chiclete alguma coisa boa e tenta desmanchá-lo. Mas ainda assim ele passa por todos os intestinos sem sofrer nada. Isso acontece também com o milho e algumas folhas, por exemplo. O intestino empurra o chiclete num movimento chamado ‘peristáltico’, descartando-o nas fezes.

Acidentes causados por engolir chiclete

Em 1998, 3 casos de crianças que engoliram chicletes chamaram a atenção e alertaram para o mundo o perigo de engolir muitos. O que ocorreu com as crianças foram casos de obstrução intestinal, por conta do hábito.

Uma delas era um menino que sofria de constipação há mais de 4 anos. Ele mascava de 5 chicletes para mais e os engolia, todos os dias. Depois de muitos exames e tentativas de livrar o garoto do problema, foi descoberta a causa.

Todas a gomas que ele engoliu de uma só vez estavam presas, num amontoado no seu reto. Foram feitos vários procedimentos até que ele voltou ao normal. As outras duas crianças sofriam dos mesmos problemas.

Então fica a dica: nunca engula muitos chicletes de uma só vez, pois eles podem se juntar e, aí sim, fazer algum mal para sua saúde. Do contrário, se você, por exemplo, engolir um ou dois chicletes por acidente, nada acontecerá. Até porque não existe nenhuma prova concreta sobre.

Mas apesar de não causar problemas, isso não significa que você deva engolir chicletes pois eles não trazem nenhum benefício. E mais um adendo: crianças menores dois anos não devem mascar chicletes, pois se caso engolirem, pode causar asfixia.