Qual a diferença das lâmpadas normais e lâmpada Led?

Incandescente, fluorecente ou led, quais dessas lâmpadas você usa em sua casa? Cada uma tem beneficiosos e desvantagens, porém, uma delas sai na frente no geral. Uma das coisas que mais preocupa o brasileiro atualmente são os boletos no fim do mês. Água, energia, Casas Bahia e por aí vai, não é?

Mas quando falamos de contas de luz, já imaginamos aquela “paulada” no fim do mês, por isso, é importante ficar ligado nesses três tipos de lâmpadas, pois cada uma tem um consumo. Além do consumo, alguns modelos são altamente poluentes, digo depois de “queimadas”. E se não forem descartadas adequadamente, podem causar grave dano a natureza.

Por este motivo, o Mundo Inverso resolveu deixar você à par disso tudo, mostrando quais são os melhores modelos de lâmpadas para usar em casa ou no trabalho. Da uma olha aqui nesse artigo e tire suas próprias conclusões.

Tipos de lâmpadas

Existem três tipos: A incandescente, fluorescente e led.

Lâmpada incandescente

Vamos mostrar uma a uma, começando pela mais clássica.

As incandescentes são os modelos mais antigos de lâmpada, aquela amarelinha, sabe? Sendo as mais antigas, já se deve imagina que são as que mais consomem, certo? Exato!

Elas são as mais baratas do mercado, contudo, foram tiradas de circulação pois com a entrada de outros modelos, ela tornou-se obsoleta.

Lâmpadas incandescentes acima de 75W pararam de ser comercializadas em 2014. Depois, foi a vez das de 25 a 75W deixarem de ser fabricadas, em 2015. Ela puderam ser vendidas até o final de junho de 2016.

Dentre vários problemas da lâmpada, um que chama a atenção é o calor que ela gera. A luz incandescente é até usada para esquentar ambientes, isso mostra porque ela gasta muito.

Esse modelo de lâmpada foi o criado por Thomas Edison, o inventor da luz elétrica. Ela foi a primeira luz a ser comercializada, em 1979, entrando para a história, sendo uma das maiores invenções da humanidade.

Mesmo nos dias atuais é possível ver lugares que ainda vendem a incandescente e até mesmo luzes de postes de cidades a usando. Isso porque a troca gera um custo mais alto, porém a diferença vem no final do mês.

Vantagens

  • Mais barata;
  • Ilumina bastante.

Desvantagens

  • Esquenta muito;
  • Consome muita energia elétrica;
  • Vida útil é pouca;
  • Duram 750 horas.

Lâmpada Fluorescente

Inventada por um ex-funcionário de Thomas Edison, Nikola Tesla, em 1938, essa lâmpada é muito usada hoje em dia. Seu inventor decidiu emitir mais energia eletromagnética em forma de luz do que calor, o que era feita na sua antecessora.

Ela é muito usada pois consome menos energia que a lâmpada incandescente, porém ela também gasta bastante. Essa é aquela famosa lampada de luz branca, que possui vários tamanhos com uma espécie de serpentina.

Uma grande desvantagem dela é que é composta por mercúrio e fósforo, sendo assim não pode ser descartada em qualquer lugar. Ela possui uma vida útil mais longa, porém, quando “queimada”, o usuário se depara com esse problema. Se jogada fora em um lixo comum, por exemplo, pode causar sérios danos ao meio ambiente.

Vantagens

  • Mais econômica que a incandescente;
  • Luz branca;
  • Tem um valor acessível;
  • Seus modelos variam, pode ser encontrada em diversos tamanhos;
  • Duram 8 mil horas.

Desvantagens

  • Muito poluente, contendo mercúrio e fósforo;
  • É mais econômica que a incandescente, mas ainda assim consome muita energia.

Lâmpada led

Por último, mas não menos importante… eu diria bem importante, aliás, temos a led.

A mais moderna no quesito e com baixíssimo consumo de energia. Porém, nem tudo são rosas, ela possui um preço um pouco salgado ainda e pouca luminosidade. Mas compensa usá-las.

Elas possuem tamanhos e potência diferentes. O usuário pode gastar um pouco mais na compra, mas no final do mês verá a diferença na conta de energia.

Outro ponto positivo para as leds, é que todas são bivolts, funcionando tanto em instalações elétrica de 110v quanto de 220v.

Vantagens

  • Muito econômica;
  • 60% mais econômica que as fluorescentes;
  • 90% mais econômica que as incandescentes;
  • Não emite calor;
  • Luz branca;
  • São bivolts;
  • Vida longa, duram até 50 vezes mais que as fluorescentes;
  • Economizam até 80% de energia geral.

Desvantagens

  • Preço alto;
  • Pouca luminosidade (Mas pode optar por tamanhos maiores, resolvendo o problema).

Problema resolvido! Agora você já sabe qual a melhor opção e as diferenças entre as lâmpadas.