7 animais estranhos que já foram considerados extintos

Você provavelmente já ouviu falar sobre muitos animais extintos, mas essa é uma lista bem diferente. Esses animais são seres que você jamais imaginou que pudessem ter existido.

Agora que você já conhece algumas espécies surpreendentes que habitam nosso planeta, que tal conhecer alguns seres bizarros que moraram por aqui há alguns bons anos atrás? Mantenha a curiosidade ativada, essas criaturas são incríveis.

E ai? Está preparado? Pode soltar a imaginação.

1 – Dugongo-de-steller

No final do século XVIII desaparecia para sempre uma espécie única de mamíferos. Esses animais são conhecidos como vacas marinhas e habitavam principalmente o Oceano Pacífico.

Essas criaturas curiosas mediam até 8 metros de comprimento e seu peso podia alcançar 11 toneladas. Com seu corpo grande e cabeça pequena era um animal bastante diferente. Para completar, possuíam a cauda em formato de leque, e sua barbatana, lembrava um gancho.

A culpa de seu desaparecimento é dada aos colonos pescadores que chegaram na região. Sua carne supostamente apresentaria o sabor e a textura semelhante à carne bovina, o que tornou o animal alvo frequente de pesca.

2 – Platybelodon

Esses animais extintos pertenciam ao mesmo gênero dos elefantes, podendo ser considerados um de seus ancestrais. Habitantes da Ásia, África e Europa no período mioceno eles se alimentavam de vegetações rasteiras, de plantas aquáticas e também de pequenos arbustos.

Basta olhar a imagem para notar o quão bizarros esses bichos eram. Seus maxilares longos são diferentes de tudo o que estamos acostumados a ver aí. Seu lábio superior é, na verdade, uma espécie de tromba que é usada em sua alimentação.

3 – Entelodonte

Foram mais de 20 milhões de anos de vida até que essa espécie de suínos alcançasse a extinção. Esses animais viveram no período mioceno nas florestas da América do Norte, da Europa, da Ásia e da África.

Geralmente eram animais de 400 kg, possuíam corpos volumosos, pernas finas e focinhos alongados, de certa forma, lembravam mesmo um porco gigante. Onívoros, se alimentavam de carniça, de animais vivos e, para completar a dieta, ingeriam algumas partes da vegetação.

Com sua mandíbula poderosa e sua personalidade oportunista, eram criaturas as quais você deveria evitar de todas as formas possíveis.

4 – Quagga

Que tal essa mistura de um cavalo com uma zebra? Você já havia imaginado algo do tipo? Esses animais extintos viviam principalmente em regiões da África do Sul. Sua característica marcante era o fato de ser listrado até a metade do corpo e no restante possuir uma pelagem acastanhada.

Desaparecido desde 1883, quando o último exemplar da espécie morreu no zoológico de Amsterdã, essa foi a primeira espécie extinta a ter seu DNA analisado. Os estudos demonstraram um maior parentesco com zebras quando comparado aos cavalos.

Eram animais de porte médio, apresentavam cerca de 2,6 metros de comprimento e até 1,3 metros de altura. Sua crina era geralmente ereta e apresentava listras marrons e brancas.  

5 – Andrewsarchus

Há 20 milhões de anos existiam lobos do tamanho de rinocerontes. Eram os Andrewsarchus, uma espécie de mamíferos enorme que viveu no período Eoceno.

Eram quadrúpedes com cascos nas patas. Uma de suas marcas era o seu focinho super alongado e seus dentes afiados provavelmente usados para quebrar os ossos de suas presas.

Os estudos sobre esses animais extintos foram inconclusivos, já que nem todos os seus ossos foram encontrados.

6 – Phorusrhacidae

Que tal essa gigante ave carnívora que substituiu os grandes tiranossauros rex ocupando a posição de grandes predadoras em sua era? Curiosa não é mesmo? Essa criaturas estranhas ficaram sem predadores depois da extinção dos animais maiores e acabaram tomando conta de boa parte do planeta.

Não é a toa que são conhecidas como aves do terror, elas chegavam a medir 3 metros de altura e alcançavam uma velocidade de aproximadamente 50 km/h.

Os Phorusrhacidae provavelmente são ancestrais das siriemas, aves que medem hoje em dia cerca de 80 centímetros de altura.

7 – Auroque

Os Auroques habitaram a Europa, a Ásia e o norte da África há alguns séculos. Eles eram uma espécie de grandes bovinos selvagens. As últimas unidades morreram na Polônia em 1627.

O tamanho desses animais variavam bastante de acordo com a região, na Europa onde chegaram a sua máxima estatura, apresentaram até 1,8 metros. Seu peso ia de 700 kg a 1500 kg.

Geralmente viviam em bandos de até 30 membros, possuindo comportamento similar ao de seus descendentes, exceto pela severidade das brigas ocorridas ocasionalmente. Alguns chegaram a ser domesticados, mas tal feito não era muito comum.

Incríveis não? Nosso planeta é e foi abrigo de espécies muito diversas, cada uma delas com suas peculiaridades e curiosidades. Quem dera cuidarmos melhor de cada uma delas e assim evitar que surjam ainda mais animais extintos.