Conheça as armas nucleares mais poderosas do mundo

Bombas nucleares são disparadas uma das piores invenções da história da humanidade. A arma pode dizimar cidades e até países em um piscar de olhos. A força da destruição é tamanha que governos chegaram a fazer tratos para que fosse proibido o enriquecimento de urânio, que é uma das principais fontes para a construção da arma.

Contudo os governos não param de fabricar essas armas altamente destrutivas. Hoje existem bombas nucleares que deixam a Little Boy (bomba de atômica que explodiu em Hiroshima na segunda Segunda Guerra Mundial, matando mais de 150 mil pessoas) no chinelo. O fato colocou fim na guera para o Japão Imperial, que logo em seguida se entregaram. Sem mencionar a Fat Man, bomba atômica lançada em seguida contra Nagasaki, também pelos Estados Unidos. Na ocasião morreram mais de 80 mil pessoas. Esse foi o primeiro e único momento da história em que foram usadas armas nucleares contras civis.

Para se ter uma ideia, uma bomba russa aqui da lista equivale a quase 4 mil bombas atômicas de Hiroshima. Ela possui 50 MT (Quilotonelada e megatonelada) o que equivalente em TNT. Um MT é o mesmo a 4,181 petajoules (unidade usada para medir energia térmica). Resumindo a grosso modo, se uma explosão causa 1 megaton, ela causará o dano próximo de muitas bananas de dinamite. Uma enorme explosão.

10 – Mark 14

6,9 MT

Começando com a mais “fraca”, a Mark 14 foi uma bomba termonuclear. Foi criada pelos Estados Unidos nos anos 50 com o intuito de ser experimental. Possuía um design diferente e foram feitas 5 unidades.

9 – Mark 16

7 MT

Um pouco mais forte que a sua ‘prima’, a Mark 14. A Mark 16 foi das grandes armas da época, sendo termonuclear de combustível liquido.

8 – B53/MK-53

9 MT

Essa bomba ficou entre nós até 1997. Assim como a Little Boy, ela foi construída com urânio enriquecido e deutereto de lítio-6. Para ser lançada seria necessário 5 paraquedas, o que nunca aconteceu. Ainda bem.

7 – Mk-36

10 MT

Bomba termonuclear que usava fusão multiestágio, que gerava essa absurda força que vemos acima. Quase mil unidades dessa bomba fora produzidas, sendo que retiradas de circulação.

6 – Ivy Mike H-Bomb

10,5 MT

Essa bomba aqui equivale a incríveis e tristes 700 explosões de Hiroshima. A arma possuía quase 6 metros de comprimento e 2 metros de diâmetro. Foi usada em 1951.

5 – MK-24

15 MT

Apesar dos Estados Unidos não revelar muito, sabemos que muita coisa acontece ‘por baixo dos panos’. Mas enfim, essa aqui foi uma das mais poderosas produzidas pelo país do Tio Sam. Ela possuía de 10 a 15 megatons.

4 – Mk-17

15 MT

Outro brinquedinho dos Estados Unidos. Essa arma nuclear aqui foi a primeira a utilizar hidrogênio e pesava 20 toneladas. Foi produzida pela Força Aérea Norte-americana.

3 – TX-21 “Shrimp”

15 MT

Ela foi testadas nas Ilhas Marshall, pelos Estados Unidos, causando bastante estrago. O raio da bomba foi de mais de 11 mil quilômetros quadrados, atingindo a Ásia, África, Europa e Estados Unidos.

2 – B41

25 MT

A mais poderosa (pelos menos divulgada) arma já feita pelos Estados Unidos é essa coisa aqui. Uma arma termonuclear. Em pouco menos de 2 anos foram feitas 500 dela, entre 1960 e 1962. Entre elas duas versões: uma que continha urânio e a outra não.

1 – Tsar Bomba

50 MT

Já imaginou uma bomba de 50 megatons? Pois é, isso foi feito pela União Soviética, em 1961. Ela foi testada no mar ártico no mesmo ano. Eles explodiram a bomba a quatro quilômetros longe do solo. Essa arma possuía a força de 3,8 mil bombas Little Boy, de Hiroshima.

O que acha dessa ideia de fazer armas nuclear?